Mulheres presas por perturbação da paz alheia desmentem versão da polícia

Duas jovens, dos quatro presos pela polícia militar na madrugada de ontem, 05, por perturbação da paz alheia, estiveram hoje, 06, na Rádio Cultura.

Elas desmentiram a versão da PM que diz que o quarteto quando via a viatura da PM desligava o som e quando a viatura deixava o local eles ligavam o som novamente.

Segundo a versão delas, os policiais foram ao local uma única vez mandando desligar o som do veículo. “Eles mandaram nós desligar o som do carro. Quando eles estavam saindo o meu irmão falou: Já que não pode ligar o som do carro, vamos ligar esse som pequeno. Então eles ouviram e voltaram e começaram a bater em todo mundo”, disse uma delas.

As jovens estiveram hoje, 06, na delegacia de polícia onde registraram queixa contra os policiais. Elas deverão passar por exame de corpo de delito no IML de Barreiras.

Elas entraram com uma ação contra os policiais no ministério público. Uma audiência foi marcada para o mês de abril.

Ainda hoje, pela tarde, elas estarão reunidas com o capitão Gama, comandante da 5ª CIA. Elas vão se queixar pessoalmente ao comando da polícia militar e prometem levar o processo adiante. Do sigivilares.com.br

0 Opiniões:

Postar um comentário

A MATÉRIA EM AUDIO