Ireceense representa college canadense no Salão do Estudante, em São Paulo

No estande do Centennial College, a primeira faculdade pública da província de Ontário, o ireceense Atus Martins explicava ao público o que é necessário para se tornar um estudante internacional no Canadá.

Aconteceu no último fim de semana, 14 e 15 de março, em São Paulo, o Salão do Estudante. O evento, considerado a maior feira de intercâmbios da América Latina, reuniu cerca 15 mil jovens brasileiros interessados em se especializar ou estudar um idioma fora do país.

Cerca de 100 colleges, universidades e escolas de idiomas de mais de 20 países participaram da exposição. Na ala canadense, mais especificamente no estande do Centennial College, a primeira faculdade pública da província de Ontário (a mais populosa do Canadá), um ireceense atendia ao público e explicava o que é necessário para se tornar um estudante internacional no Canadá. Trata-se de Atus Martins, filho do empresário e presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Irecê, Adalvo Filho.
Atus (à esquerda), ao lado do seu pai Adalvo Martins,
Presidente da CDL em Irecê BA.

Atus que há três anos trocou o Brasil pelo Canadá para fazer uma pós-graduação em marketing no próprio Centennial College que hoje o emprega, explica que o seu trabalho consiste em divulgar e recrutar estudantes brasileiros para a instituição. “Desenvolvo o trabalho de recrutador internacional há cerca de dois anos. O mercado brasileiro é cada vez mais respeitado na América do Norte e os colleges canadenses estão bastante interessados em aumentar o número de estudantes do Brasil nas instituições de ensino do país. Sou bastante realizado com o que faço, pois é sempre muito prazeroso auxiliar os compatriotas a irem para o Canadá”.

Atus ainda afirma que este é um bom momento para os brasileiros que desejam estudar no Canadá. “O Canadá é o país mais multicultural do mundo. Nunca sofri nenhum tipo de preconceito pelo fato de ser brasileiro. Muito pelo contrário, quando exponho a minha nacionalidade sempre fazem festa. Além disso, é cada vez mais comum empresas canadenses se fixarem no mercado brasileiro e vice e versa. Portanto, o profissional bilíngue que domine o português e o inglês terá vantagem no mundo dos negócios internacionais”, revela.

Atus e sua mãe na maior feira de intercâmbios da América Latina
Orgulhoso do filho, Adalvo Martins, se deslocou com a sua esposa, Magna Cristina, até São Paulo para acompanhar de perto o trabalho desenvolvido por Atus. “Além de ter um orgulho pessoal por se tratar de meu filho, eu acredito que o exemplo de Atus pode ser estendido aos jovens de nossa cidade. Afinal, ele é uma prova viva que com muito empenho e determinação é possível alçar voos altos e até mesmo romper as fronteiras do nosso país. Sem dúvida, é sempre muito bom ver um ireceense ganhando o mundo e se fixando em um mercado tão competitivo como o norte-americano”, pontua o empresário. (Irecê Repórter)

0 comentários:

Postar um comentário

Blogroll