Casa de prostituição infantil é descoberta.

Uma operação da Polícia Militar de Itabela, com a participação do Conselho Tutelar, resultou na prisão da cafetina Katilene da Silva Marinho, 26 anos, proprietária de uma casa de prostituição no centro de Itabela.


A prisão, ocorrida no fim da tarde deste domingo (19), na Rua Jacarandá, só foi possível porque a mãe de uma adolescente de 14 anos, que vinha sendo explorada sexualmente, denunciou o fato ao Ministério Público.

No local, além da menina, os policiais encontraram Edneia Santos Nascimento, 29 anos e Jildenice Santos Nascimento, 24, além dos frequentadores Webister Viana Gomes, 18, e um adolescente de 16, todos detidos.

Em depoimento a um policial militar, a adolescente de 14 falou que ela e uma das mulheres estavam mantendo relação sexual com os rapazes no mesmo quarto. No local foram encontrados diversos preservativos.

Outro fato chamou a atenção dos policiais. Duas filhas de Katilene, de sete e 10 anos, também moravam na casa e presenciavam tudo o que acontecia.

Segundo o Conselho Tutelar, a filha mais velha de Katilene pode se submeter a exame de corpo de delito, pois existe a suspeita de que ela também tenha sido abusada sexualmente.

As meninas estão à disposição do Ministério Público. Os envolvidos serão ouvidos nesta segunda-feira (20) e podem ser indiciados por exploração sexual infanto-juvenil.

A Polícia Militar apurou que a casa pode ser também um ponto de venda de drogas e que durante a noite registra grande movimentação de pessoas. RADAR64

0 comentários:

Postar um comentário

Blogroll