Estudantes de Canarana tem projeto de desenvolvimento científico aprovado

Estudantes do curso técnico em Agroecologia e Agropecuária do Colégio Estadual José Ribeiro de Araújo, no município de Canarana, vão participar do Programa de Iniciação Científica Popularização das Ciências, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb). O projeto deles, intitulado (Re) Valorização Científica da Caatinga foi selecionado e agora os estudantes deixarão de ser meros observadores para participar da construção do conhecimento, difundindo e popularizando a ciência e a tecnologia.

Além disso, vão poder estimular o ensino das ciências, utilizando atividades experimentais e de metodologia investigativa. Dessa forma, vai incentivar os estudantes da rede estadual de Educação Profissional a ingressarem no universo da pesquisa, colocando em prática um dos princípios pedagógicos do Plano de Educação Profissional da Bahia.

Projeto - O objetivo do projeto (Re) Valorização Científica da Caatinga é resgatar a valorização do bioma caatinga, demonstrando cientificamente, a importância desse ecossistema para as comunidades. “Além disso, pretendemos promover estratégias de recuperação da caatinga do Município de Canarana, dando ênfase à recuperação da mata ciliar do rio Jacaré”, explica o professor orientador da pesquisa, Carlos Ney.

Responsável pela drenagem parcial ou total de uma área de 22 Municípios da Região de Irecê e Cidades circunvizinhas, a bacia hidrográfica do rio Jacaré nasce em Barra do Mendes e é uma das sub-bacias da margem direita do rio São Francisco. Segundo Ney, o rio está localizado em uma área de clima semiárido onde parte da população é dependente das águas deste rio para a sua sobrevivência e para a economia local. Até o inicio dos anos 90, a população usava suas águas para abastecimento.

Fonte: LINK EDUCAÇÃO - SEC

0 Opiniões:

Postar um comentário

A MATÉRIA EM AUDIO