Homem é morto ao levar a mulher grávida ao posto de saúde em Barreiras

Na manhã desta sexta-feira, 30, por volta das 05h, Alexandro Macedo da Silva, de 19 anos, foi executado com um tiro na cabeça na rua conhecida como ‘rua do muro de pedra', no bairro Vila Rica.

No momento da execução, Alexandro estava junto com sua companheira de convívio, que está grávida, e justamente por estar gestante, ambos estavam indo a uma unidade de saúde para exames de rotina.

O casal foi abordado por dois elementos em uma motocicleta. Os assassinos mandaram Alexandro se ajoelhar. “Ajoelha para morrer”, disse um dos bandidos.

Antes de se executado, Alexandro ainda suplicou por sua companheira: “Não mate minha mulher, pois ela esta grávida”. Foram suas últimas palavras; o mesmo foi executado com um disparo de pistola 380 na cabeça.

Surpreendentemente a vida da mulher foi poupada, agora ela é a principal testemunha da polícia.

A polícia civil vai investigar qual foi a motivação do crime.

Do Blog do Sigi Vilares

1 comentários:

  1. Tenho certeza q o assassinos não foram presos é uma injustiça.

    ResponderExcluir

Blogroll