Horário de Verão chega para dar um gás no lazer

Os tradicionais aplausos ao pôr do sol do Porto da Barra, a partir de amanhã, vão acontecer uma hora mais tarde. E pra quem gosta de aproveitar até o último minuto de luz solar pra curtir o dia, o horário de Verão, que começa a partir do primeiro minutos deste domingo, vem a calhar.

Pelo menos é o que pensam aqueles que gostam de passar o entardecer de frente para o mar. É o caso de Fábio Serafim, 31 anos, baiano radicado há 15 anos em Miami, nos Estados Unidos.

“É lógico que eu acho bom. É ótimo aproveitar o sol por mais uma hora todos os dias”, conta o empresário, que está de férias em Salvador até dezembro. “Eu tô na praia o tempo todo, então só tenho a ganhar”, diz.

Também há aqueles que reclamem de acordar ainda mais cedo mas, na balança das horas, no fim do dia acaba saindo na vantagem. “Eu já acordo cinco da manhã, então vou ter que levantar às quatro”, conta a médica Diana Queiroz, 25 anos. “Mas é bom poder ver o pôr do sol e ter um tempo a mais na tarde”, lembra.

Enquanto tomavam uma cerveja, já depois do sol se pôr, na areia da praia, quatro amigos discutiam sobre as vantagens e desvantagens do novo horário.

“Para quem levanta muito cedo todo dia pode ser complicado, mas se a pessoa tem um horário mais tranquilo, pode se organizar para aproveitar bem”, argumenta Paulo Danilo de Oliveira, 30 anos. “Eu sou professor e estou de férias até fevereiro, então para mim é uma hora a mais certa todos os dias”, comemora.

Para Pedro Isensee, 30 anos, os turistas também têm a comemorar com a mudança. “Para quem mora no litoral, como em Salvador, o horário é muito produtivo, porque o turismo funciona mais e melhor”, afirma o corretor de imóveis. “Ele vai favorecer muito o comércio da cidade no Verão”.

Farra
Em pontos de encontro da boemia, como é o caso do Largo da Dinha, no Rio Vermelho, os adeptos do happy hour já imaginam como será a cerveja com acarajé com o dia claro por mais tempo.

É o caso dos amigos Ailton Marins, 42 anos, e Robenílson Santos, 42. “Vamos ter essa vantagem, enquanto outros preferem curtir a praia”, diz Ailton, que trabalha como corretor de imóveis. “Pra quem bate cartão, dá pra entrar uma hora antes e sair antes também”, avaliou.

Para Robenilson, o horário de Verão “não interfere negativamente em nada”. Ele vê vantagens inclusive na segurança do início da noite. “Vai ficar melhor porque com a luz a gente não fica tão exposto. Com menos perigo dá pra fazer mais coisa”, observa.

De acordo com o governador Jaques Wagner, a inclusão do estado no horário de Verão depois de oito anos sem a alteração trará bons resultados para os baianos.

“Agora a Bahia vai estar ligada à capital federal. Eu sempre achei estranho essa diferença, até porque países do mundo inteiro adotam o mesmo horário”, afirmou o governador.

“Algumas pessoas acham que a economia de energia é pouca, mas só consideram a capital. No Sul do estado, por exemplo, essa economia é maior”, disse. “Isso é traduzido também em preservação ambiental, já que o menor consumo de energia implica em menos uso das hidroelétricas”.

Turistas
Segundo Wagner, o turismo está entre as atividades que serão mais beneficiadas pela alteração. “Quando esticamos o dia, o turista gera mais renda para todas as atividades relacionadas”, explicou o governador.

Ele afirma ainda que a segurança não será comprometida pela falta de luz no início da manhã. “Não há estatísticas que indiquem a maior incidência de crimes nesse horário, e sim ao anoitecer e durante a madrugada”, concluiu Wagner.

Atenção com as passagens aéreas
Hoje, quando o relógio apontar a meia-noite, os ponteiros deverão ser adiantados em uma hora. A medida parece simples, mas pode causar problemas a quem tiver que viajar de avião até o dia 26 de fevereiro, já que as companhias aéreas não previam em seu sistema a inclusão da Bahia no horário de Verão.

A alteração foi divulgada pelo governador Jaques Wagner no dia 3 de outubro e oficializado pela Presidência da República somente na noite de anteontem, por meio do Decreto 7.584.

Isso quer dizer que as passagens emitidas até essa data não previam que os voos que chegam e saem do estado estariam trabalhando de acordo com o horário de Brasília, o que deve gerar dúvidas e confundir passageiros.

Segundo o Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA), as companhia aéreas souberam da medida somente por meio da imprensa, mas tiveram que aguardar o comunicado oficial, feito pelo Ministério de Minas e Energias, para adequar a emissão de passagens e a malha aérea.

Em nota oficial, a Azul Linhas Aéreas esclareceu que está orientando os clientes que já compraram passagens com origem ou destino baiano que considerem uma hora a mais do horário previsto no cartão de embarque. Ou seja, se o voo está marcado para as 10h, durante o horário de Verão passa a ser às 11h.

Galera que curte o entardecer na praia vai ter mais uma hora de sol
Já a TAM informou que o horário de voos em 19 cidades das regiões Norte e Nordeste, que não participam do horário de Verão, terão seus horários de chegada e partida antecipados em uma hora em relação à hora local em vigor.

Para evitar grandes transtornos para os passageiros, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) está orientando as pessoas a entrar em contato com a empresa aérea antes de se dirigir ao aeroporto, a fim de confirmar o horário dos seus voos.

DO CORREIO

1 comentários:

  1. Pelo menos em um coisa, nosso ESTADO se iguala à muitos outros ESTADOS brasileiros; com o horário de verão, AVANÇOU EM UMA HORA. - OBS.:(Nivelando pelos melhores).

    ResponderExcluir

Blogroll