Salobro estará mais próximo de ser emancipado

O Governo Dilma sinalizou positivamente pela tramitação no Congresso Nacional de projeto substitutivo que resgata para as Assembleias Legislativas a prerrogativa de aprovar lei de criação de novos municípios. 

A notícia mais esperada pelos emancipalistas foi dada nesta segunda-feira (16), em reunião realizada às 18h, na Subchefia da Assuntos Federativos, segundo o deputado federal Waldenor Pereira (PT/BA), um dos maiores defensores da causa, integrante da Frente Parlamentar em Defesa da Emancipação Municipalista.

Na reunião com deputados de vários estados, dentre eles Waldenor Pereira e o presidente da Frente, deputado Augusto Maia (PT/PE), além de lideranças dos movimentos sociais emancipalistas do país, a subchefe de Assuntos Federativos, Paula Rosaneli Losado, informou que a Casa Civil da Presidência da República aprovou o projeto de lei construído pelo Grupo de Trabalho Interfederativo (GTI) para ser apresentado no Congresso Nacional como substitutivo.

O substitutivo propõe - entre outros critérios para a criação de novos municípios -  população mínima diferenciada por regiões: 5 mil 500 habitantes para o Norte e o Centro-Oeste; 8 mil 300 para o Nordeste; e 11 mil para o Sul e o Sudeste

Somente na Bahia, segundo Waldenor Pereira, existem mais de 50 pedidos de emancipação político-administrativa de distritos, dentre os quais ele citou alguns da região de atuação do seu mandato: Vila do Café (Encruzilhada); Ibitira (Rio do Antônio); Quaraçu e Lagoa Grande (Cândido Sales); Iguatemi (Livramento de Nossa Senhora); Sussuarana (Tanhaçu); Irundiária (Jacaraci); Lucaia (Planalto); Barra Nova (Barra do Choça); Mutans (Guanambi); Entrocamento (Jaguaquara); Maniaçu e Brejinho das Ametistas (Caetité); Salobro (Canarana); Santa Terezinha (Macaúbas); José Gonçalves, Bate-Pé e Inhobim (Vitória da Conquista).

Nos diversos pronunciamentos em defesa da causa, inclusive durante o Grande Expediente da Câmara dos Deputados, Pereira reivindicou a apresentação, no Congresso Nacional, do projeto de lei que devolve às Assembleias Legislativas a competência para legislar sobre a criação de novos municípios nos estados, retirada pela Emenda Constitucional nº 15 desde 1996. Ele pediu o envio do projeto elaborado pelo GTI, constituído pelo ex-presidente Lula, através da Resolução nº 09 do Comitê de Articulação Federativa - CAF, em 17/11/2008, com representações do governo e das entidades ligadas aos municípios.

Do esforço conjunto desse grupo interfederativo e indiscutivelmente representativo, afirmou, obteve-se minuta de projeto de lei complementar que regulamenta o parágrafo 4º do artigo 18 da Constituição. A aprovação do projeto, defende o deputado, em nenhuma hipótese representará o surgimento desenfreado de novas municipalidades: "Ao analisarmos o quadro de distritos não emancipados de todos os estados, verificamos que poucos superam a barreira mínima populacional que se pretende estabelecer. Juntando-se, ainda, os outros critérios previstos para os Estudos de Viabilidade Municipal, a quantidade de localidades credenciadas à emancipação tende a ser reduzida", argumentou.

Leia tambem:
Distritos que buscam emacipação reuniram em Pilar Jaguarari
Prefeito e vice de São José do Jacuípe irmanados para emancipar Itatiaia
Odacy Amorim acredita que proposta Federal para regulamentar emancipações poderá ser votada ainda este ano
Distrito de Pilar em Jaguarari sedia encontro distrital da Bahia e Pernambuco sobre emacipações políticas
SALOBRO.COM: Site de Notícias, Fotos de Baladas, Festas e Eventos na Região de Irece.

2 comentários:

  1. neuza oliveira dos santossexta-feira, 23 novembro, 2012

    ibiapora mundo novo bahia tem proceso desdo de 89 pra emanicipação eu gostaria q nossos representantes olhace por ibiapora

    ResponderExcluir
  2. estou muito contente pela a noticia, mas eu acho muito dificil devido alguns politicos que querem esta causa como uma guerra politica que veem atualmente sendo noticia e alarmes muito longe da relidade!

    ResponderExcluir

Blogroll