Suplente que teve apenas o voto do marido assume vaga de vereador no RN

Foto: Reprodução / Tribuna do Norte
Uma segunda suplente da Câmara de Vereadores da cidade de Ceará-Mirim, região da Grande Natal, no Rio Grande do Norte, assumiu a titularidade do mandato após o vereador Renato Coutinho ser punido pela Justiça Eleitoral por infidelidade partidária, o edil teria trocado o PP pelo PR. Como o primeiro suplente também foi “infiel” ao partido, o posto no Legislativo ficou para a enfermeira Cláudia Roberta Câmara (PP), que nas eleições de 2008 teve apenas um voto: do marido, o advogado Bruno Cavalcanti. Segundo o Estadão, a nova vereadora de Ceará-Mirim disse que votou no irmão, Júlio César (PSD), que é o atual presidente da Câmara da cidade. “Votei na minha esposa porque tinha o meu tio candidato, o meu cunhado e isso já estava gerando confusão entre os parentes”, justificou o marido. Cláudia terá salário bruto de R$ 5 mil, verba de gabinete de R$ 4,5 mil ao mês e ainda terá disponível três assessores.

0 comentários:

Postar um comentário

Blogroll