Moradores fecham a BR 116 para cobrar emancipação de Caldas do Jorro

A BR 116 foi fechada por voltas das 3 horas da manhã desta quarta-feira, 21 de agosto, por moradores do distrito de Caldas do Jorro, no município de Tucano. Com pneus, galhos de árvores e uma enorme pilha de areia os manifestantes bloquearam quase que por total a malhar asfáltica, apenas veículos de uso necessário com ambulância, viaturas e carros fortes podiam passar.

“Tá na hora de Tucano se sustentar sozinho”
Dizia a estudante Itamara Silva de Oliveira.
A população montou uma estrutura sobre o asfalto e pediam agilidade aos senadores brasileiros sobre a revisão do Projeto de Lei 416/2008 que dispõe sobre o procedimento para a criação, a incorporação, a fusão e o desmembramento de Municípios, para regulamentar o § 4º do art. 18 da Constituição Federal. Além disso, os moradores querem realizar um plebiscito sobre a possível emancipação política do Jorro, sem que a votação não tenha participação dos moradores da cidade de Tucano. “Não queremos que a cidade do atual município vote no plebiscito. Jorro tem todas as condições de ser uma cidade” – garantiu o morador Antônio Andrade dos Santos. “Tá na hora de Tucano se sustentar sozinho” - Dizia a estudante Itamara Silva de Oliveira.

Com cartazes jovens estudantes moradores de Caldos do Jorro afirmavam que o distrito é quem sustenta o município de Tucano. “Tá na hora de Tucano se sustentar sozinho” – dizia o cartaz que a estudante de 15 anos, Itamara Silva de Oliveira segurava nas mãos. Ele e outros colegas querem votar no primeiro prefeito de Caldos do Jorro já nas eleições de 2016.

Muita gente na manifestação, mas também tinha muita gente na estrada há horas. Caminhoneiros criticaram a manifestação. Alguns chegaram a considerar uma baderna, não pelo fato da manifestação, mas pelo longo tempo que a manifestação ocupou a BR. “estamos aqui com cargas, produtos perecíveis, tem famílias e estamos sofrendo consequência alheias a nossa vontade.” – disse o caminhoneiro Nilson que vinha da cidade de Cuiabá. Ele ainda relatou os possíveis prejuízos financeiros. “Nós ganhamos dinheiro rodando” – afirma.

A manifestação só terminou e a pista foi liberada por voltas das 15 horas, depois que uma exigência dos manifestantes foi atendia.

A divulgação ao vivo da manifestação pela TV Itapoan – Rede Record, que fez transmissão de imagens ao vivo capturadas por câmaras em um helicóptero.(portalfolha)

Veja mais detalhes na matéria em Vídeo abaixo.
Leia também:
Fotos do evento emancipalista realizado na Assembleia Legislativo da Bahia clique aqui
Emancipalistas da Bahia se reuniram no Distrito de Riacho da Onça
SALOBRO: Membros da AMES estará presente na criação da Federação das Associações Emancipalistas da Bahia
Representantes do Distrito de Salobro participou do 1º Seminário Regional Emancipalista de Ibiaporã
SALOBRO: Associação Emancipalista participa de evento na Assembleia Legislativa da Bahia
Marcelo Nilo recebe comitiva de representantes do Movimento Pro Emancipação

0 Opiniões:

Postar um comentário

A MATÉRIA EM AUDIO