Professores municipais de Piritiba iniciaram greve

Nesta terça-feira, 27 de agosto de 2013, os professores municipais de Piritiba iniciaram a greve da categoria que deve durar pelo menos até sexta-feira (30), Dia Nacional de Paralisação da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

A Senhora Alda Campos, Secretária de Educação garantiu ao SINDSEMP e a classe que independente de dia ou dias o ponto não será cortado, apoiando a todos pelo movimento. Falou que o Reajuste Salarial é necessário, mas que estão organizando as coisas este ano, deixando transparecer que não há possibilidades da Lei ser cumprida.

A direção da SINDSEMP deixa a reflexão: Mediante uma Reforma Administrativa ampla qual a justificativa para a negação do Reajuste Salarial dos Professores?

Nesta quarta-feira, dia 28, a classe se reúne mais uma vez na sede sindical, contando com a presença do Jurídico do SINDSEMP Drº Vilobaldo Landin e do Promotor de Justiça Drº José Carlos Rosa.

A classe anseia que a Justiça determine ao Gestor municipal que se cumpra na integra o Plano de Cargos e Salários do Magistério, bem como, seja revista as perdas salariais que a mesma vem tendo.

Na busca incansável por nossos direitos, na perspectiva de dignidade salarial e melhores condições de trabalho, vale lembrar que não estamos em momento algum questionando a contratação de funcionários, pois sabemos da demanda. O que se espera é seriedade. Onde precisar de servidores que se contrate, obedecendo aos critérios, sendo respeitadas as habilidades e competências para a função a ser desempenhada.

A direção da SINDSEMP - Sindicato dos Servidores Municipais de Piritiba agradece aos companheiros e companheiras que estão abraçando a causa. Agmar Rios Notícias

0 comentários:

Postar um comentário

Blogroll