Bell Marques anuncia saída do Chiclete com Banana, veja o vídeo

Confirmado. O cantor Bell Marques vai seguir em carreira solo. O próprio artista confirmou a informação, com exclusividade, ao apresentador Zé Eduardo. Recebendo Zé na loja Ana Import, bastante emocioando, Bell explicou o fim da parceria que fez história no Carnaval da Bahia e construiu um sucesso de 30 anos. "É decorrente de um desgate natural na banda. Tenho amizade com todos, com meu irmão, mas não estava tendo o prazer mais de tocar. Quero revigorar", afirmou.

O artista vai galgar novos projetos e desafios, já com novidades à vista. A experiência acumulada e a trajetória do cantor na maior festa popular do planeta já o fez abrir uma produtora que irá gerir sua carreira e a dos filhos, Pipo e Rafa Marques, que detêm a Oito7Nove4.

Bell já prepara um vídeo que será postado na rede social do Chiclete e direcionado aos fãs. Desde a manhã desta terça-feira (10), o site Bocão News - que antecipou a notícia - trouxe à tona a especulação sobre a saída do cantor, além dos possíveis nomes cogitados para o cargo.

Entre os artistas da fila estão o cantor Topeira, da Banda 5% e o cantor Rafa Chaves, da banda Via Circular. Toperia já tem a experiência de puxar o bloco Nana Banana às quintas. Rafa assumiu, recentemente, o lugar de Levi Lima e já é destaque entre os novos artistas do cenário musical baiano. Rei e Wadinho serão os timoneiros do Chiclete.

Mas, a folia do ano que vem ainda com Bell no comando do 'tiranossauro rex' está garantida. Os foliões só não poderão contar mais com o Voa Voa, que deixa de desfilar na Avenida. Bell Marques irá se despedir na terça de Carnaval, no bloco Camaleão, direto do circuito Barra-Ondina.

Ao Bocão News, Bell fala em vida nova. "Banda nova, tudo novo", afirmou, já garantindo que a essência e energia chicleteira seguem com ele. Para os chicleteiros de plantão, resta agora correr e garantir os últimos abadás para a folia do ano que vem e aguardar o novo projeto que vem somar no cenário musical da Bahia. Já ao 'Bell do Chiclete', os fãs poderão contar as horas para o Camaleão 2014 e junto com a nação chicleteira dizer que "foi eterno enquanto durou. Adeus, foi bom e valeu!".(Boção News)

 Vídeo do anuncio da sua saída da banda


Veja o discurso do cantor:

Queridos amigos,

Parece que foi ontem, mas já faz muito tempo que tudo isso começou. Estou aqui pra falar de um assunto muito importante sobre a banda Chiclete com Banana. Essa banda que há muito tempo vem proporcionando tantas alegrias a vocês, Chicleteiros; vem inspirando romances e sonhos de varias gerações; essa banda que me presenteou com grandes momentos mágicos, momentos que me fizeram congelar por muitas vezes as minhas emoções. Congelei, sim, pra eu nunca mais esquecer muitas coisas, pra eu nunca mais esquecer aquele teu sorriso alegre que por muitos anos você dividiu comigo. Não tenho como esquecer quando via escorrer pelo teu rosto aquelas lágrimas de felicidade ao ouvir os nossos primeiros acordes no Carnaval. Me emocionava ouvir o grito de vocês quando eu dizia “Galera do Camaleão, chegou a nossa vez!”. Nunca vou esquecer quando vocês, Chicleteiros de toda parte, cantavam comigo “Sempre me lembro de você desse jeito tão estranho”. Isso estará guardado na minha memória para sempre. Além disso, não podemos esquecer que construímos uma grande história na Música Brasileira e também como artistas, irmãos e amigos.

Estou aqui com o meu coração Chicleteiro muito angustiado, muito, muito apertado. Vocês não podem imaginar o quanto está sendo difícil pra mim dizer isso pra vocês. Sem dúvida, essa é a fala mais difícil da minha vida profissional. Nunca imaginei que esse dia pudesse chegar. Lutei, me dediquei com todas as minhas forças junto com meus parceiros pra levarmos o Chiclete com Banana ao sucesso que ele chegou.

Queridos amigos, parceiros e, principalmente, vocês, Chicleteiros, que dedicaram parte da vida de vocês a nós, estou aqui para comunicar oficialmente, com muita tristeza, que, depois do Carnaval de 2014, não mais farei parte da banda Chiclete com Banana. Essa minha decisão não representa um caminho novo, representa um novo jeito de caminhar. Seguirei, depois do Carnaval, cantando sozinho, mas tenho certeza de que não estarei só. Estarão lá, ao meu lado, aquelas pessoas que sempre me tiveram no coração.

Gente, foram mais de 30 anos juntos, caramba! Muitas alegrias, sucesso, fama, mas, como todo relacionamento, e quando digo todo, são todos mesmo, existe uma parte que está submersa, que ninguém vê e que ninguém sabe, mas mesmo assim, ainda existirão pessoas que vão achar que sabem de tudo, por se sentirem mais íntimos ou mais próximos. É bom refletirmos, porque em todas as separações existem várias versões e precisamos respeitar todas elas pra não sermos injustos com ninguém. Somente quem conviveu 30 anos juntos sabe de tudo. Ninguém se separa de uma relação de 30 anos por aquele ou por esse motivo. Se separa por desgaste, conflitos e divergências de opiniões envolvendo ambas as partes.

Podem acreditar, não existe certo nem errado. Existem pessoas que pensam e creem verdadeiramente nas suas atitudes, e pra tudo isso só existe um juiz, Deus. Somente ele conquistou o direito de julgar qualquer decisão tomada por qualquer um de nós.

Até chegar o Carnaval de 2014, farei muitas apresentações com o Chiclete com Banana. Podem ter certeza de que em todos os shows estarei com a mesma energia e deixando o melhor de mim. Quero dizer ainda que vocês, Chicleteiros, e o Chiclete com Banana permanecerão indelevelmente tatuados no meu coração. Continuarei torcendo pelo sucesso e desejando boa sorte pra esses queridos músicos, meus irmãos e amigos que permanecerão com o Chiclete com Banana.

Beijos pra todos e que Deus nos proteja,

Bell Marques.

Carreira

Washington Marques da Silva, conhecido como Bell Marques, começou a carreira de cantor na adolescência, ajudando o irmão, Wilson, como técnico de som na região de Salvador. Assim, juntou dinheiro e comprou seu primeiro instrumento. Começou tocando com seu amigo Rey e o irmão Wadinho Marques, com quem formou a banda Scorpius no fim da década de 1970. Já em em 1980, foram contratados pelo Bloco Traz os Montes para tocarem no carnaval daquele ano. No ano seguinte, o engenheiro de som e irmão de Bell sugeriu por em prática uma ideia revolucionaria de fechar toda a lateral do trio com caixas de som e usar equipamentos de potência transistorizada, passando todos os músicos a tocarem na parte superior do trio, causando assim, na época, grande diferença dos demais.
Em 1982 o nome da banda mudou para Chiclete com Banana, tendo Bell como seu líder e vocalista, além de Rey (Reynaldo Gramacho), Waltinho Cruz, Wadinho Marques, Deny e Lelo. Sendo uma das bandas de maior sucesso na Bahia e em todo o Brasil, eles já venderam mais de 7 milhões de discos e têm uma legião de fãs. Ao todo são 12 discos de Ouro e 10 discos de Platina. Bell sempre esteve ligado às grandes revoluções na música baiana, como a gravação do primeiro CD ao Vivo em cima de um trio elétrico em 1997, e pela introdução do trio elétrico Tiranossauro Rex no carnaval do ano 2000. Atualmente o Chiclete Com Banana canta em todos os cantos do Brasil, principalmente em micaretas e shows. Em Salvador no carnaval a banda tem três blocos de rua: o Nana Banana, que sai no circuito Barra-Ondina, o Camaleão, no circuito Campo Grande, e também o Voa-Voa, que é um dos últimos blocos a sair na terça-feira de Carnaval. Hoje Bell Marques é considerado um dos maiores cantores de axé music do Brasil.

Bell Marques é casado há mais de vinte anos com Ana Marques, com quem tem dois filhos: Rafael e Filipe. Em 2003, ele reconheceu a paternidade de Rebeca Teixeira. Sua marca pessoal é a bandana que usa sempre e sua barba. Esta, porém, foi tirada após longos 30 anos para participar de uma campanha publicitária de uma marca de lâmina de barbear.

+ Bell Marques tira a barba pela 1ª vez

Veja a discografia do Chiclete com Banana:

1982: Traz os Montes
1983: Estação das Cores
1984: Energia
1985: Sementes
1986: Fissura
1987: Gritos de Guerra
1988: Fé Brasileira
1989: Tambores Urbanos
1990: Toda Mistura Será Permitida'
1991: Jambo
1992: Classificados
1993: Chiclete com Banana
1994: 13
1995: Banana Coral
1996: Menina dos Olhos
1997: Para Ti
1998: Bem Me Quer
2000: São João de Rua
2000: Universo Paralelo
2001: Santo Protetor
2005: Sou Chicleteiro
2007: Tabuleiro Musical
2009: Flutuar
2012: O mundo é dos chicleteiros

0 Opiniões:

Postar um comentário

A MATÉRIA EM AUDIO