Prefeito suspende realização de bingo na cidade de Conceição do Coité

A Associação Amigos de Coité, que há 5 anos promove atividades na área da educação, da cultura e da cidadania em Conceição do Coité, colocou um advogado à disposição de familiares e vítimas do desabamento do coreto da cidade. Devido à repercussão do caso, o prefeito Renato Costa já suspendeu a realização de bingo na cidade.
A tragédia aconteceu na tarde deste domingo, e uma morte já foi confirmada: a da senhora Laurimar Carneiro, de 71 anos, do bairro do Açudinho. Ela morreu imprensada numa pedra, após o desabamento da laje do coreto. Mais de 50 outras pessoas estão feridas, algumas em estado grave (cerca de nove), transferidas para Feira de Santana e Salvador.
Segundo Val Cezar, radialista da Rádio Sisal, os nove removidos para os hospitais fora de Conceição do Coité são de outros municípios. "Existe exagero. Não existe motivo para tanto pânico, fora uma pessoa que teve fratura exposta numa perna e a senhora que morreu", comentou.
O bingo foi realizado no domingo à tarde. Segundo informações, havia cerca de 3 mil pessoas na Praça, localizada no centro de Conceição do Coité. O bingo era em benefício de uma Associação Comunitária de Bandiaçu.

Desdobramentos

Para o presidente da associação, Alexandre Reis, as declarações do secretário de Obras da prefeitura, José Venandro, afirmando saber que a estrutura do coreto estava comprometida, reforçam as suspeitas de que houve omissão do poder público municipal.
“Se de fato ele afirmou isso, foi um erro gravíssimo. Como secretário, ele deveria ter tomado providências, e não ter passado a responsabilidade para a igreja. Acho que o Ministério Público do Estado deve apurar as responsabilidades no caso dessa tragédia, que poderia ter sido bem pior”, disse Alexandre Reis. “Estamos colocando um advogado à disposição das vítimas que decidam ingressar com alguma espécie de ação contra a prefeitura. Sabemos que isso é apenas uma forma de amenizar o sofrimento dessas pessoas, que precisam de alguma espécie de reparação”, acrescentou.
O secretário José Venando afirmou que tinha conhecimento dos problemas na estrutura do coreto, porém não avisou ao prefeito, pois a responsabilidade pelos reparos seria da Arquidiocese do município. “Avisei ao vereador Betão (PT), que é muito ligado à Igreja e nos damos muito bem, que a estrutura do coreto estava comprometida. Fiz isto antes da festa de 8 de dezembro e recomendei que não usasse aquele espaço”, teria dito o secretário.
O teto do coreto que desabou já tinha mais de 60 anos, e nunca passou por manutenção. A tragédia aconteceu quando mais de 3 mil pessoas participavam de um bingo na Praça Matriz de Coité. Por conta da forte chuva, muitos foram se abrigar no coreto, que desabou por volta das 16h da tarde do domingo.

Fonte: varzeanovanews.blogspot.com

0 comentários:

Postar um comentário

Blogroll