GOVERNADOR DETERMINA REINICIO DAS OBRAS DO CENTRO DE ABASTECIMENTO

Em reconhecimento à vocação econômica e para alavancar as atividades por meio de melhores condições de trabalho aos comerciantes de Irecê e Região, o governo da Bahia autorizou, neste sábado (15), a retomada das obras do Centro de Comercialização Regional de Produtos de Irecê. As obras estavam paralisadas, mas devem recomeçar imediatamente. A decisão atende aos anseios de aproximadamente 28 mil pequenos agricultores da região, que necessitam de um espaço para comercializar os diferentes produtos.

Num discurso empolgado, o prefeito de Irecê, José Carlos das Virgens, agradeceu à equipe do governo estadual. ”Queremos aqui agradecer o Estado por essa decisão que vai beneficiar não apenas Irecê, mas toda a nossa região. Agora temos certeza que o nosso centro vai ficar pronto”, afirmou.

No projeto do Centro de Comercialização Regional de Irecê constam dois galpões com boxes, setor administrativo, restaurante, lanchonete, sanitários, entre outros. Ao todo, serão investidos R$ 5,9 milhões com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

A região de Irecê já foi referência nacional na produção de feijão; atualmente, a região se destaca com a criação de avestruzes, bem como a produção de hortifrutigranjeiros, piscicultura e a agricultura - mamona, milho e sorgo.

Para o desenvolvimento de todas essas culturas, torna-se indispensável o fornecimento regular de água, bem como estradas trafegáveis para o escoamento. Neste sentido, os moradores de Irecê e de cidades vizinhas vibraram com o anúncio do início das obras do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Irecê. A água retirada do Rio São Francisco vai contemplar cerca de 350 mil pessoas de toda a região. “Com isso, damos segurança hídrica a todo o sistema. Se houver problema de redução de volume na Barragem de Mirorós, teremos condições de abastecer pelo outro lado”, pontuou o governador Jaques Wagner.

“Essa é uma região muito sofrida, que tem problemas no abastecimento vindo da Mirorós. Certamente, o nosso sistema vai contribuir decisivamente com a qualidade de vida de Irecê e região. Já estamos iniciando a primeira etapa”, garantiu o presidente da Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento), Abelardo Oliveira.

Para que a produção das cidades da região de Irecê não pereça por falta de estradas em boas condições, as principais vias de escoamento estão sendo recuperadas, entre elas, um trecho de mais de 600 quilômetros entre os municípios de Porto Feliz e Xique-xique: a BA-052 (Estrada do Feijão).

Conforme o deputado federal José Carlos Araújo, a recuperação da BA-052 será um marco para a região. “Essa estrada (BA-052) é a espinha dorsal da Chapada Diamantina. Ela estava saturada e esse trabalho que está sendo feito vai fortalecer a economia e ligar a população de vários municípios. Para ficar ainda melhor, a licitação para recuperar a BA-144/046, que liga Morro do Chapéu, Bonito e Utinga, saiu ontem (sexta-feira, 14) e é um acesso importantíssimo à BR-242 e à BA-052”, analisou o parlamentar.

A BR-242 passa pela região da Bacia Hidrográfica do Rio Paraguaçu, que abastece Salvador e região metropolitana.

De fato, a expectativa de lideranças empresariais e políticas da região é que, logo após a conclusão das obras, já possam ser registradas conquistas como o fortalecimento do turismo e mais segurança no transporte de cargas e passageiros.

“Na próxima semana, estaremos aqui na região anunciando a recuperação de mais estrada”, adiantou o governador Jaques Wagner.

Outro compromisso firmado pelo governo estadual foi a perfuração de poços na zona rural de Irecê, que beneficiará 640 pessoas que vivem da pequena agricultura, além do calçamento e pavimentação urbana na sede do município.

Para ampliar as ações de segurança pública desenvolvidas pelas polícias Civil e Militar nos municípios da região de Irecê, o Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública, entregou 12 viaturas equipadas. Nos próximos meses o SAC (Serviço de Atendimento ao Cidadão) também deve entrar em operação em Irecê.

Fonte: AGECOM-BA

0 comentários:

Postar um comentário

Blogroll