Engenheiros do Hawai nesta sexta-feira em Irecê

Fruto de parceria entre o Bloco Explosão e Pernalonga Produções, o show vai acontecer na próxima sexta-feira, 28, no Gran Fest. Ingressos para a pista R$ 25,00; área VIP R$ 80,00 e mesa R$ 200,00.

A banda de rock pop que repercutiu nos anos 80 vai se apresentar em Irecê neste final de semana para animar todos os públicos, principalmente aos que não são afeitos aos tradicionais pagode, forró e axé music.

O produtor Luiz Hermes do Bloco Explosão disse que a expectativa é muito boa, pois trata-se de uma vertente que atenderá um público diferenciado. “Nas festas em Irecê predominam do pagode, o forró e o axé e agora, a partir de parceria com a Produtora Pernalonga, estamos ousando em trazer uma banda de Rock Pop com influência do rock progressivo, que fez sucesso nos anos 80 mas que até hoje tem um público fiel”, disse Luiz Hermes.

ENGENHEIROS DO HAWAI – O grupo surgiu no ambiente universitário, quando quatro estudantes da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Humberto Gessinger (vocal e guitarra), Carlos Stein (guitarra), Marcelo Pitz (baixo) e Carlos Maltz (bateria) - resolveram formar uma banda apenas para uma apresentação em um festival da faculdade, que aconteceria por protesto à paralisação de aulas. O primeiro show da banda foi em 11 de janeiro de 1985 e o nome Engenheiros do Hawaii foi escolhido para satirizar os estudantes de engenharia que andavam com bermudas de surfista, com quem tinham uma certa rixa.

A primeira apresentação foi bem sucedida e começaram a surgir propostas para novos shows como os que ocorreram em palcos alternativos de Porto Alegre juntamente com uma série de shows pelo interior do Rio Grande do Sul. A banda, em menos de quatro meses de carreira conseguiu gravar duas músicas na coletânea Rock Grande do Sul (1985) com diversas bandas gaúchas, em razão de uma das bandas vencedoras do concurso adicionador à coletânea, ter desistido da participação do álbum na última hora.

Meses depois os Engenheiros do Hawaii gravam o seu primeiro álbum: Longe Demais das Capitais, em 1986. O norte musical do disco apontava para um som voltado à música pop, muito próximo ao ska de bandas como o The Police e Os Paralamas do Sucesso. Destacam-se as canções "Toda Forma de Poder", que foi tema da novela Hipertensão da Rede Globo e "Segurança", além de "Sopa de Letrinhas" e "Longe Demais das Capitais".

Uma crise interna do grupo faz Marcelo Pitz deixar seus companheiros, que buscam outro parceiro e lançam o disco A Revolta dos Dândis, em 1987. A banda muda o direcionamento temático, iniciando uma trilogia baseada no rock progressivo, com discos com repetições de temas gráficos e musicais e letras em que ocorre a auto-citação. Os arranjos musicais são influenciados pelo rock dos anos 60, as letras são críticas, com ocorrência de várias antíteses e paradoxos, e aparecem citações literárias de filósofos como Camus e Sartre. Destaque para os hits "Infinita Highway", "Terra de Gigantes", "Refrão de Bolero" e a faixa título, dividida em duas partes.

Começam os shows para grandes plateias nos centros urbanos do país, como o festival Alternativa Nativa, realizado em 1987. A partir desta data, o Engenheiros do Hawai encheriam ginásios e estádios pelo Brasil afora.

O disco seguinte, Ouça o que Eu Digo: Não Ouça Ninguém, de 1988, pode ser visto como uma continuidade do anterior, tanto pelo trabalho da capa do álbum como pelo tema e estilo de suas canções. Destaque para as músicas "Somos Quem Podemos Ser", "Cidade em Chamas", "Tribos & Tribunais", a faixa-título e "Variações Sobre o Mesmo Tema", esta última uma homenagem à banda Pink Floyd, com sua estética progressiva e dividida em três partes. O álbum também marca a saída dos Engenheiros da cidade de Porto Alegre, indo morar no Rio de Janeiro.

DISCÓRDIAS E POLÊMICAS - Outras produções espetáculos correram o mundo, depois do sucesso na apresentação do Rock in Rio III, através do qual a banda ganhou grande destaque no maior diário americano New York Times, apesar de não ter recebido sequer uma mensão do jornal Estado de São Paulo.

Engenheiros do Hawai ministrou muitos problemas internos, como disputas por direitos de propriedade da marca e polêmicas, sendo inclusive acusada de elitista e fascista pelo conteúdo de suas letras. As polêmicas se intensificaram quando membros da banda se apresentaram com camisetas estampadas com a Estrela de Davi e a Suástica.

Muitas mudanças de componentes ocorreram, mas não foram suficientes para o histórico de apresentações espetaculares até 2004, quando lançaram o Acústico MTV, que originou a turnê por todo o Brasil, que terminou em 2008.

Paralelamente à turnê, eles continuavam produzindo, tendo lançado em maio de 2007 o Acústico II: Novos Horizontes, com nove faixas inéditas, além de nove regravações.

É com este repertório histórico que desembarca em Irecê, sexta-feira, Humberto Gessinger e grupo, para uma noite memorável.

O eclético “Seu Castro”, com repertório do samba de raiz, MPB e reggae, vai se apresentar na abertura e o DJ Fábio anima o público depois da despedida do Engenheiros do Hawai. Tudo para ser uma noite memorável.

INGRESSOS:
Pista individual – R$ 25,00
Área VIP – R$ 80 com bebidas free
Cadeira X 4 pessoas – R$ 200,00.
LOCAL: Grand Fest
HORAS: 22h

Fonte: Cultura e Realidade e Wikipédia

0 Opiniões:

Postar um comentário

A MATÉRIA EM AUDIO