Retrato falado de suspeito de matar adolescente em Vila de Abrantes é divulgado pela polícia

O retrato falado do suspeito de raptar e matar uma adolescente de 16 anos em Vila de Abrantes, no município de Camaçari, foi divulgado pela Polícia Civil no início da tarde desta quinta-feira 30 de junho de 2011, após o namorado e o pai da vítima participarem do processo de elaboração da imagem do acusado no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

O corpo de Adriane Melo de Jesus, que estava desaparecida desde a noite de terça-feira 28 de junho de 2011, foi encontrado com marcas de tiros na tarde de quarta-feira (29), em um matagal às margens da Estrada do Coco. Adriane teria desaparecido quando voltava da casa de uma amiga com o namorado, de 17 anos. Um carro preto teria parado e um homem teria obrigado a adolescente a entrar no veículo, em frente a um posto de combustível.

Retrato falado de suspeito foi divulgado hoje.
Segundo Adriana Maria de Melo, mãe da jovem, o bandido mandou o namorado da vítima correr e jogou o celular de Adriane na rua. A família da jovem chegou a aparecer no quadro "Desaparecidos", da TV Bahia, buscando informações sobre seu paradeiro. “Pode ter sido pega por acaso. Nunca houve discordância dentro de casa entre mim e ela, não tinha inimigos, era uma pessoa querida por todo mundo”, disse Adriana ao programa Bahia Meio Dia.

Pai de vítima é policial militar
O pai da vítima é o soldado Júlio César, atua na 5ª Companhia Independente da Polícia Militar (Vera Cruz) e o serviço de investigação não descarta a hipótese de crime por vingança. “Nós trabalhamos até às 2h da madrugada de ontem colhendo informações e hoje pegaremos alguns depoimentos. Não descartamos nada. Tudo é possível”, contou um agente da delegacia.

De acordo com do Comandante da 5ª CIPM, o pai da vítima é um soldado exemplar, uma pessoa tranqüila, mas está muito abalado com o que aconteceu com Adriane, que será enterrada às 15 de hoje em um cemitério em Vila de Abrantes. “Conversei com o Júlio ontem à noite e ele não tem noção do que pode ter acontecido com a filha”, informou. Júlio é separado da mãe de Adriane e mora na Ilha de Itaparica.

Manifestação
Colegas de escola, amigos e parentes da adolescente se reuniram na manhã desta quinta-feira (30), em frente à Delegacia de Vila de Abrantes, onde agentes investigam o crime, para realizar uma manifestação pacífica.

Segundo uma amiga da vítima, cerca de 50 pessoas foram ao local e fizeram uma oração em memória de Adriane Melo de Jesus e protesto contra a violência.

Denuncie
Informações sobre o suspeito podem ser enviadas para a polícia através o Disque Denúnica, pelo (71) 3235-0000, ou para a 26ª Delegacia, pelo (71) 3623-4963.

*Do Correio24horas Com informações da repórter Midiã Noelle

0 Opiniões:

Postar um comentário

A MATÉRIA EM AUDIO