Agricultor é acusado de mandar matar o próprio filho em Macaubas

Os moradores de Macaúbas, a 682 km de Salvador, estão assustados com um crime ocorrido na zona rural da cidade. Um garoto de nove anos morreu após ser asfixiado e jogado em uma ribanceira no povoado de Curralinho, afastado a cerca de 35 km da sede do município.

Os familiares de Samuel Domingos Costa notaram o desaparecimento da criança na última quinta-feira 17 de novembro de 2011 e acionaram as polícias Civil e Militar. Após 24 horas de buscas, o corpo de Samuel foi localizado em uma área afastada do povoado com um cadarço no pescoço e um saco plástico amarrado na cabeça.

O caso começou a ser investigado e a falta do pai do garoto, Zenilton Silva Costa, no trabalho de buscas chamou a atenção da Polícia Civil. Neste sábado (19), Wilton Jesus Santos, 18 anos, foi preso acusado de ser o executor do crime. Em depoimento, ele revelou ao delegado Genival Rodrigues que matou o garoto Samuel em troca de R$ 1000 prometidos pelo pai da criança, que foi preso logo em seguida.

“O corpo foi encontrado já um pouco em estado de decomposição. Começamos as investigações e chegamos a esse rapaz, que confessou o crime e disse que foi o pai do menino que mandou matar”, diz o delegado.

O pai, que é agricultor, nega o crime. Porém, de acordo com o delegado, Wilton disse em depoimento que Zenilton queria matar o filho para não pagar a pensão alimentícia de R$ 50. “O menino também tinha problema no coração, precisava fazer cirurgia, e ele não queria pagar a pensão”, diz o delegado.

Os dois suspeitos estão sendo ouvidos pelo delegado na tarde deste sábado (19). O corpo da criança foi sepultado na sexta-feira.

CORREIO - Por Luana Marinho Nogueira

0 comentários:

Postar um comentário

Blogroll