Má qualidade nos serviços dos Correios deixa os coiteenses indignados

A situação dos Correios nos últimos meses vem sendo vexatória, o que tem deixado a população irritada pelo péssimo serviço prestado pelo órgão. A precariedade envolve praticamente todos os serviços executados pela agência, a situação por enquanto é menos ruim na entrega de sedex.


O CN ouviu o apelo da população e procurou uma explicação dos responsáveis e fomos informados de que o problema do atraso das correspondências por exemplo tem duas causas importantes: 1° falta de funcionários e 2° administradoras de cartão de créditos que muitas vezes fecham as faturas em cima da data do vencimento. É fato que Coité é umas das cidades que mais se desenvolvem na região, assim como o Brasil no mundo, porém, os Órgão Públicos, como os Correios, parecem não enxergar isso e não contratam empregados para suprir a demanda e prestar um bom atendimento à população.

Os Correios de Conceição do Coité, conta atualmente com quatro carteiros, dois atendentes e um gerente, para uma população estimada em 60 mil habitantes. Em 2006 foi feito um levantamento pela própria Empresa da necessidade de pessoal e foi constatado que seria preciso mais dois carteiros e um atendente, mas até agora essas vagas estão em aberto e de lá para cá o número de clientes cresceu por causa do atendimento bancário e a quantidade de correspondências que chegam bater recordes, chegando a aproximadamente 10 mil por dia em alguns períodos do mês. Este ano a situação só tem piorado porque desde janeiro as Gerências Regionais não mandam substituto para os funcionários que saem de férias alegando que o efetivo está pouco. Neste mês de março têm duas pessoas de férias na Agência e outros com férias vencidas para sair, o que gera sobrecarga de trabalhos para os que estão em exercício e insatisfação dos clientes por causa dos atrasos.

As Administradoras precisam enviar as faturas com, no mínimo, 10 dias antes do vencimento para que as contas cheguem antes da data, mas muitas vezes isso não acontece o que deixa entender que é interessante para elas auferirem lucros com os juros e multas por atraso.

A proprietária de uma farmácia no centro de Coité, mostrou as pessoas presente o descaso no atraso de uma fatura do seu cartão de credito. Segundo ela, a fatura era para chegar no dia 28 de fevereiro, lhe foi entregue na quarta-feira, dia 17 de março. A mesma situação segundo ela é para conta de telefone fixo, que não chega a fatura e a opção é se dirigir até a lotérica passar seu numero e realizar o pagamento.


Diante dessa situação, a população deve solicitar às Instituições de crédito outra forma de pagamento. Segundo o Código de Defesa do Consumidor elas são obrigadas a fornecer outras opções de pagamento quando a convencional não atender ao cliente.O cidadão ou cidadã que se sentir prejudicado com tal serviço existe uma opção gratuita direto com a Ouvidoria dos Correios pelo 0800 725 0100. É importante que todos façam reclamações para que a Diretoria veja que a população está insatisfeita com os serviços prestados na localidade e se sensibilize para amenizar o problema.

Cartas entregues no balcão - Só pode ser entregue na Agência, as correspondências da zona rural ou algum bairro que ainda não faz entrega em domicílio. Os clientes que moram em endereços que fazem parte da entrega em domicílio não têm como receber as cartas na Agência. 1° porque é impossível encontrar uma carta no meio de milhares que estão sem tratamento para entrega, 2° porque é lei que a Empresa entregue em domicílio e 3°, no momento, só tem um funcionário para atender os serviços que são prestados na unidade.

Esperança - Com esse concurso que está em andamento tudo indica que este ano contratem mais empregados. Só no ano passado aproximadamente 6 mil funcionários aposentados pediram demissão e foram abertas mais 4 mil vagas em todo Brasil. Há aproximadamente 10 mil vagas para serem preenchidas este ano. (Do Site: calilanoticias.com)

0 comentários:

Postar um comentário

Blogroll