Hospital Santa Casa de Itaberaba reabrirá em 8 de Agosto.

Hospital Santa Casa de Itaberaba
Após dois anos fechado e depois de muita luta dos membros da Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Itaberaba e da sociedade itaberabense, o Hospital Regional Santa Casa reabrirá suas portas para o atendimento à população no próximo dia 8 de agosto. Os termos de convênio e condições de reabertura da maior estrutura hospitalar da Chapada Diamantina foram assinados no dia 8 de julho pelo secretário de saúde do estado, Jorge Solla, o provedor Joel Araújo e o secretário Salvador Souza da Irmandade, e o advogado Luis Hilarião, presidente da ONG Associação de Proteção a Maternidade e a Infância de Castro Alves - Apmi, que terceirizará os serviços de saúde da Santa Casa. Acompanharam o ato no gabinete da Sesab o ex-sub-secretário Amaury Teixeira, Laura Letícia Mascarenhas diretora da 18ª Dires e Fernando Carlos Santos da Cunha, dirigente da terceirizada.

Afastado da Plena

Para viabilizar a reabertura do Hospital Santa Casa e garantir o restabelecimento dos serviços de saúde, o secretário Jorge Solla orientou para a desvinculação do hospital da Gestão Plena de Itaberaba, procedimento este que foi aceito pelo prefeito João Almeida Mascarenhas Filho, que assinou anteriormente o termo de exclusão. “Só com a separação da Santa Casa da Gestão plena, tornou-se viável ao Governo do Estado repassar as verbas para que o hospital volte a funcionar”. Salientou Laura Letícia, que articulou intensamente a favor da reabertura do hospital e assinou junto com o prefeito a desvinculação da Gestão Plena.
Assim que assumiu o mandato de prefeito em 10 de Junho de 2009, o empresário madeireiro João Filho, escudado por seu irmão e ex-prefeito Jadiel Mascarenhas, se manifestaram contrários ao funcionamento do Hospital Santa Casa, direcionando todos os investimentos da Gestão Plena para os serviços de saúde do Hospital Geral Municipal – HGI. Em 30 de setembro do mesmo ano, ele encerrou todos os serviços do regional, que eram mantidos pela Prefeitura por intervenção do prefeito Solon Ribeiro. Com o fechamento da Santa Casa a atual administração municipal desempregou quase 100 funcionários, sem dar lhes nenhuma satisfação, trazendo sofrimento para muitas famílias.

Vitória do povo

Para o provedor da Santa Casa, Joel Araújo, “a reabertura do hospital é uma grande vitória da sociedade civil organizada”. De fato, várias personalidades se uniram com a Irmandade para que o sonho se tornasse realidade. No final do ano de 2008, quando a crise financeira provocou a greve dos funcionários fechando o hospital, várias entidades se mobilizaram, a exemplo da CDL, Maçonaria, Fórum da Cidadania, Coopaita, Fundação Paraguaçu, Associação Comercial, e a Pastoral Católica, e provocaram uma assembléia extraordinária da irmandade, motivando a renúncia da Mesa Administrativa do ex-provedor Uitamar Oliveira. A partir daí foi constituída uma Comissão Provisória presidida pelo Pr. Miguel Gregório, apoiado pelo jornalista Salvador Souza, na condição de secretário, sendo criado o Movimento SOS Santa Casa que promoveu encontros com o secretário Jorge Sola, e por três vezes abordaram o governador Jaques Wagner na região, que se comprometeu de público com a reabertura do hospital. A realização do Fórum Santa Casa em 8 de junho, foi decisivo para que Amaury Teixeira presente ao evento, articulasse junto ao secretário Jorge Solla, culminando com os termos de convênio entre a Sesab, Apmi e a Santa Casa. Fonte: O Paraguacu.

Postar um comentário

0 Comentários

A MATÉRIA EM AUDIO