Capturado ladrão envolvido na morte de delegado

Assaltante de banco envolvido no assassinato do delegado André Serra, praticado a tiros em 2009, na cidade de Ipiaú, Dilean Nogueira Santos, 31 anos, foi preso na manhã do dia 27 de julho de 2011, no Povoado de Porto Sauípe, em Mata de São João, durante uma operação coordenada pelo Grupo Avançado de Repressão a Crimes Contra Instituições Financeiras (Garcif), com o apoio da Coordenação de Operações Especiais (COE).

A companheira dele, Aldenísia da Conceição Souza, 19 anos, também foi presa pela equipe do delegado Jorge Figueiredo, coordenador do Garcif. O delegado-geral, Hélio Jorge Paixão e os delegados Jorge Figueiredo e André Viana, coordenador da COE, apresentaram Dilean à imprensa às 15 horas desta quinta-feira (28), no auditório do prédio da Polícia Civil, na Praça da Piedade.

No imóvel onde o casal vinha residindo, em Porto Sauípe, os policiais apreenderam uma pistola ponto 40 municiada, um carregador do mesmo calibre com 11 munições, certa quantidade de maconha, R$ 900,00 provenientes do tráfico de drogas e um veículo Fiat Strada, que havia sido tomado de assalto anteontem (25), em Pojuca. O carro já estava com uma placa clonada de outro veículo com as mesmas características. O bandido alegou não saber que o veículo era roubado e que teria comprado de um homem que a polícia busca identificar.

Uma nota promissória no valor de R$23 mil em favor de Dilean também foi apreendida no imóvel, bem como um decodificador de TV a cabo e um televisor de LCD de 52 polegadas. A polícia apurou que ele já tinha assumido o controle do tráfico na localidade de Porto Sauípe. No momento da prisão Dilean apresentou um documento de RG falsificado e disse chamar-se Kléber Joel Barbosa.

Capturado ladrão envolvido na morte de delegado.
Já Aldenísia portava um RG e um cartão saúde em nome de Garciana Gomes dos Santos. O casal foi autuado em flagrante por receptação, falsificação de documento público, falsidade ideológica, uso de documento falso, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e tráfico de drogas. Dilean também possuía dois mandados de prisão em aberto expedidos pelas Comarcas de Uruçuca e Ipiaú.

Irecê
Dilean e Aldenísia são fugitivos da Delegacia Territorial de Irecê. O delegado Jorge Figueiredo, que já esteve à frente da 14ª Coordenadoria Regional de Polícia Interior (Coorpin/Irecê) informou que os dois se conheceram durante uma fuga da delegacia local, em novembro de 2010.
Aldenísia estava presa por tráfico de drogas e Dilean havia sido transferido para a unidade policial por ter participado do assalto a uma agência bancária no município de Barra do Rio Grande, utilizando inclusive explosivos. O assaltante vinha sendo monitorado pela polícia desde 2009, ocasião em que participou diretamente da execução do delegado André Serra.

Dilean Nogueira ficará recolhido na Unidade Especial Disciplinar (UED), no Complexo Penitenciário de Mata Escura. Já Aldenisia permanecerá à disposição da Justiça no Presídio Feminino, por estar amamentando um bebê de dois meses, fruto de um relacionamento com um traficante que atuava na região de Irecê conhecido como “Paulinho Gaiato”. Em 2010 ela acabou presa na mesma operação que resultou na morte de “Paulinho Gaiato”, durante uma troca de tiros com a polícia, em Irecê.

Fonte: Ascom/PC

0 Opiniões:

Postar um comentário

A MATÉRIA EM AUDIO