Seis suspeitos de assalto a agência bancária em Boa Nova são presos

Seis suspeitos de integrar a quadrilha que assaltou o Banco do Brasil de Boa Nova, no sudoeste da Bahia, no dia 29 de agosto, foram apresentados nesta quinta-feira (22) na sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

Josenei de Jesus Santos, Denis Cortes Campos, Vanderson Ferreira dos Santos, Ana Claudia Ribeiro dos Santos, e Valter Pereira Carvalho Júnior são apontados como membros do grupo liderado por Adailson Souza Lima, o “Roceirinho”, 30 anos, que também foi preso.

Com eles foram recuperados R$ 404.616,75 roubados da agência e apreendidas três sub-metralhadora calibre 09mm, uma pistola calibre 09mm, uma pistola calibre .40, uma pistola calibre 45, seis revólveres calibre 38, oito coletes balísticos, uma espingarda calibre, doze carregadores sobressalentes, todos municiados, munição de diversos calibres e veículos.

Outros cinco suspeitos de participação no assalto em Boa Nova tiveram prisão preventiva decretada e são considerados foragidos da Justiça. São eles: Edson dos Santos, Sergio Anunciação dos Santos, Vilmar Florêncio Silva, Jackson Pascoal da Silva, e Cristiano Machado Souza.

Bárbara Queiroz dos Santos, esposa de Vando, foi presa em flagrante durante cumprimento de mandado de busca após ser flagrada ocultando armas da quadrilha no interior de sua residência.

Assalto
O Banco do Brasil de Boa Nova foi assaltado por homens encapuzados e fortemente armados, que chegaram à cidade em dois carros - um Citroën de cor prata e um Doblô verde. Os assaltantes renderam dois policiais militares e o gerente, que foi obrigado a abrir o cofre do banco.


Josenei, Denis, Vanderson e Adailson foram
apresentados nesta quinta-feira
 Na fuga, os policiais e o gerente foram levados como reféns, sendo liberados horas depois em uma ponte que liga Boa Nova ao povoado Valentim. Antes do assalto, os criminosos atearam fogo em um caminhão-baú, bloqueando o acesso para a BR-116.

Tráfico de drogas
Segundo a polícia, “Roceirinho” domina o tráfico de drogas nos municípios de Itaparica, Vera Cruz, além daqueles que compõem a Costa do Dendê, e financia quadrilhas especializadas em ataques a instituições financeiras no interior do estado.

do correio24horas.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Blogroll