Família de Morro do Chapéu morrem em acidente em SP

Um grave acidente acabou com a programação de fim de ano de uma família de Morro do Chapéu.

O acidente ocorreu na manhã da última sexta-feira, 16, por volta das 6: 30. Dona Alci Santiago Gonçalves 50 anos, retornava de São Paulo para a Bahia com um dos seus filhos, Herivaldo Santiago Gonçalves 26 anos e um amigo da família. Todos são naturais de Fedegosos distrito de Morro do Chapéu, eles passaram sete meses em São Paulo e retornavam para Fedegosos quando o carro que era dirigido por Herivaldo acabou se evolvendo em um acidente na cidade de São José do Rio Preto SP,mãe e filho morreram na hora, apenas o amigo da família sobreviveu.
Dona Alci era separada do senhor João Neres Gonçalves, ela deixa seis filhos e a dor de uma família que aguardava anciosamente o retorno da mãe e irmão. Os corpos foram sepultados neste domingo em Fedegosos. Por Luziária Barreto – Redação Brilhante FM
Mais informações sobre o acidente

O acidente aconteceu no km 440 da rodovia Brigadeiro Faria Lima em Barretos. Consta que por volta das 06h30, Herivaldo Santiago Gonçalves de 26 anos, dirigia um veículo Monza, ano 92, azul, placas BJI 6191de Vista Alegre do Alto – SP, no sentido Barretos – Colômbia quando se chocou contra a mureta de proteção e caiu dentro de um córrego. Herivaldo Santiago Gonçalves e sua mãe Alci Santiago Gonçalves de 50 anos, não resistiram e morreram. O carro permaneceu dentro do córrego com as rodas para cima, quase que totalmente submerso e as vítimas teriam ficado presas pelo cinto de segurança e provavelmente morreram afogadas. Os ocupantes do carro moravam em Vista Alegre do Alto e estariam indo para a casa de parentes no estado da Bahia.

O delegado Antonio Miranda do 3º Distrito Policial, registrou o caso, e confirmou que pelo que foi apurado, o acidente ocorreu com certeza pela imprudência do motorista do Monza, que teria saído para fazer uma ultrapassagem em local proibido, onde existe sinalização por faixa contínua em cima da ponte que é estreita. Segundo informações, no momento do acidente havia muita neblina no local, e isso deve ter prejudicado sua visibilidade dos veículos que vinham em sentido contrário, e o motorista para evitar a colisão frontal derivou à esquerda atingindo a mureta de proteção caindo com o carro dentro do córrego. O delegado Antonio Augusto Miranda do 3º Distrito Policial de Barretos confirmou que instaurou o inquérito policial e aguarda a chegada dos laudos para começar ouvir o depoimento de testemunhas.

Quanto aos cuidados que os condutores devem ter ao dirigir, o Dr. Antonio Augusto, disse que o que está faltando é educação no trânsito. “O que falta é educação no trânsito, o ser humano não é educado para dirigir veículos, eles abdicam de sua própria segurança às vezes para chegarem cinco ou dez minutos mais cedo em casa. No caso de hoje eu ainda dependendo de um laudo da Polícia Científica, mas pelo que apuramos no local, uma ultrapassagem em local totalmente inadequado e irregular acabou provocando a morte de filho e mãe” declarou o delegado Antonio Augusto. Fonte: O Diário de Barretos

0 Opiniões:

Postar um comentário

A MATÉRIA EM AUDIO