Site permite conferir se cheque está bloqueado ou sustado; acesse

Uma ferramenta da Federação Brasileira de Bancos promete ajudar os comerciantes e evitar calotes com cheques.

Um novo serviço vai ajudar a evitar calotes com cheques. Através da internet, qualquer pessoa poderá saber se ele foi roubado, sustado ou bloqueado.

ACESSE O SISTEMA NO SITE DA FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS

Nas lojas e nas ruas do comércio, a popularidade do cheque não é mais a mesma. “Não, não uso. Só uso cartão de crédito”, diz uma mulher.

Mas ele ainda tem sua força; 15% das compras são pagas com cheques no Brasil, o que representa um 1,2 bilhão de folhas emitidas no mercado em um ano.

“Nós aceitamos cheques de clientes cadastrados, clientes antigos com cadastros, que não têm nenhum histórico de inadimplência, de cheque sustado”, diz a comerciante Sílvia Reiss.

Quem trabalha com essa forma de pagamento tem mais um motivo para se preocupar. As empresas de proteção ao crédito registraram no mês passado um recorde no volume de cheques sem fundo. É o maior índice para o mês de maio nos últimos três anos.

No mês passado, 2,20% dos cheques emitidos foram devolvidos; 9,2% a mais que em abril.

Uma nova ferramenta da Federação Brasileira de Bancos permite que qualquer pessoa confira a situação de um cheque e saiba se ele está bloqueado, sustado, ou mesmo se foi roubado. Basta digitar o CPF do emissor do cheque e os números que aparecem embaixo da folha. Também é preciso colocar o número do CPF de quem está consultando. O sistema avisa se há qualquer restrição. O serviço é de graça. Foi testado e aprovado em uma loja.

“Cheques fraudados, que é o que mais termina acolhendo aqui no mercado, eu acho que isso vai impedir, vai evitar, e muito”, conclui o gerente da loja, Ondamar Antônio Ferreira.

Site para consultar os cheques, clique aqui

Fonte: Jornal Nacional (Globo)

0 comentários:

Postar um comentário

Blogroll