Professora em Goiás é obrigada a tirar postagem de Facebook em que critica candidatos de sua cidade

Depois de ter sua postagem compartilhada 1.222 vezes no Facebook, a professora de sociologia Ângela Rodrigues Pureza, que mora em Anápolis, interior de Goiás, terá que apagar a crítica a dois candidatos de sua cidade, que tanto repercutiu na rede social. O juiz eleitoral Gleuton Brito Freire, da 141ª zona eleitoral, enxergou como “propaganda negativa” contra os vereadores Fernando Cunha e Míriam Garcia, ambos do PSDB, embora seu advogado a tenha defendido com o argumento que sua publicação representava apenas uma opinião pessoal. Com informações do G1.
Clique na imagem para ampliar

0 Opiniões:

Postar um comentário

A MATÉRIA EM AUDIO