Celulares poderão ser usados para recebimento de aposentadoria e Bolsa Família

Pagamentos por aparelhos de telefone celular
O governo federal anuncia nesta segunda-feira (29), em Brasília, uma medida que promete revolucionar a forma de realizar transações financeiras no Brasil. Já desenvolvida em outros países, a ideia é criar o Programa de Pagamento Móvel por Celular, que tem por objetivo baratear o custo das operações eletrônicas com cartões de crédito e débito e facilitar a vida das pessoas que não possuem conta em banco. O novo sistema, que precisará de uma legislação específica, criará uma espécie de moeda virtual e permitirá que o telefone celular seja usado para receber créditos e pagar contas.

Com isso, o governo pretende transformar os aparelhos em grandes aliados para a população de baixa renda, de modo que um beneficiário do Bolsa Família, por exemplo, que more numa cidade onde não exista agência bancária, poderá ter seu benefício creditado num celular. Esses créditos serão usados para pagar contas e consumir produtos, principalmente, em estabelecimentos pequenos e informais, onde não são aceitos os cartões de crédito tradicionais, que custam muito caro aos lojistas.

Inicialmente, o programa será focado na quitação de contas e serviços. Depois, ele deve se estender ao recebimento de benefícios, como as aposentadorias pagas pelo INSS e o próprio Bolsa Família. Um ponto central da proposta é evitar que o instrumento cause um endividamento fora do controle para as famílias que não fazem parte do sistema financeiro. Para isso, o sistema deverá funcionar como o telefone celular pré-pago, ou seja, o usuário poderá gastar apenas o montante equivalente aos créditos que possui. Quem já tem conta em banco também poderá vincular seu celular a um cartão de crédito. Bahia Notícias

0 comentários:

Postar um comentário

Blogroll