Diretora da APLB critica programa municipal de educação

A diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), Jacilene Nascimento, ocupou na tarde desta segunda-feira (11) a tribuna da Câmara Municipal de Salvador e fez duras críticas ao programa municipal de educação. A dirigente deu ênfase na questão do Alfa e Beto, programa rejeitado pela categoria.

“Sou contra a uma metodologia engessada, que não deixa o professor ter autonomia, não respeita a individualidade de cada criança. É um método de mandar e responder, onde o aluno não tem direito a questionar. É feito por um instituto que nada conhece de Salvador, da nossa cultura, por isso é um retrocesso na nossa educação”, afirma a diretora ao Bocão News.

Em relação à aquisição do programa que custará aos cofres municipais cerca de R$ 12,3 milhões, a diretora condena a ação. “Este dinheiro poderia ser investido na estrutura das nossas escolas. Há programas do governo federal que poderiam ser aplicados na nossa cidade sem nenhum custo”, alega. Segundo a APLB, o Alfa e Beto vai de encontro às diretrizes municipais que vêm sendo construídas pelos educadores soteropolitanos, em consonância com a LDB 9394/96, com os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN’s), e do Conselho Municipal de Educação.

Em seu discurso, a dirigente criticou também a falta de condições de trabalho na rede, defendendo como prioridade a convocação dos professores, coordenadores pedagógicos e merendeiras concursados, bem como a oferta de infra-estrutura para o bom funcionamento das escolas.(Bocão News)

Leia tambem:
CANARANA: APLB Sindicato impetra mandato de Segurança contra a Prefeitura Municipal
A APLB-Sindicato - Núcleo de Canarana, na luta por uma Educação de Qualidade
Edital de convocação da APLB-Sindicato Núcleo de Canarana
A APLB de Canarana convoca todos afiliados para Assembleia Extraordinária
APLB de Canarana faz acordo com Prefeito Municipal e professores terá salarios parcelados
CANARANA: Prefeitura lançou o Diário Oficial do Município com Publicações de Atos Administrativos

 

0 comentários:

Postar um comentário

Blogroll