SAMU paralisa atividades por 24h

Na manhã desta sexta-feira 13 de junho, trabalhadores do Samu de Salvador decidiram suspender as atividades por 24h, no entanto, apesar da paralisação, o sistema funciona com 30% do efetivo. Na pauta de reivindicações, os trabalhadores questionam gratificação de 180% por desempenho, concedida somente aos médicos, além de 20% para o comparecimento dos médicos nos plantões.

A secretaria municipal da Saúde informou por meio de nota que finalizou as discussões salariais no último dia 13, e que além disso, foi acordado com as proposições da mesa de negociação liderada pela Secretaria de Gestão, com participação da Saúde. Dessa forma, a secretaria “não vê motivos para o movimento, salientando que o Tribunal de Justiça tem se manifestado reiterada vezes de formas contrária às paralisações nos serviços de urgência e emergência”.

Hoje, enfermeiros e técnicos estão mobilizados na sede do Samu, em Pau Miúdo. Para a próxima quarta-feira (18), eles prometeram realizar uma assembleia com votação do indicativo de greve.

Leia também:
Canarana e mais cinco municípios baianos tem recursos habilitados para o SAMU
Vídeo: homem morre diante de reportagem e moradores responsabilizam SAMU
Funcionária do SAMU se suicida em Brumado
SALOBRO: Prefeito Reinan Oliveira entrega Base do SAMU para a comunidade

0 Opiniões:

Postar um comentário

A MATÉRIA EM AUDIO