Guarda municipal evita briga de meninas em porta de colégio no bairro Santa Cruz

A guarda municipal recebeu nesta segunda-feira, 04 de julho de 2011, por volta de 18h, um pedido de ajuda da direção do Colégio Municipal Amélio Gato, no bairro Santa Cruz.

A ajuda era para controlar as adolescentes M.C.I.M de 15 anos e M.L de 13 anos. A dupla estava a espera das adolescentes T.D.P de 12 anos e C.S.S de 11 anos, que estavam impedidas de deixar as dependências do colégio. Se saíssem as meninas apanhariam.

A guarda municipal foi ao local e encaminhou as adolescentes para a delegacia de polícia. “As estudantes estavam com medo de sair do colégio. Elas estavam sendo ameaçadas pela dupla. Os funcionários ficaram de prontidão até nós chegarmos. Isso para evitar algo pior”, contou um guarda municipal.

M.C.I.M de 15 anos contou que não iria agredir as meninas, ou melhor iria, caso elas revidassem. “Nós queríamos apenas conversar com elas, essas medrosas, agora se elas partissem para cima, aí sim ia dar briga. Mas não era nossa intenção bater nelas”, disse ela.

A apresentação das adolescentes está acontecendo agora, 18h30, na delegacia de polícia. Os pais das meninas serão chamados, bem como o conselho tutelar do município.

Desde quando foi criada, a ronda escolar tem evitado muitas brigas em portas de colégios na cidade de Luís Eduardo.
Do Blog do Sigi Vilares

Leia tambem:
Brigas entre alunas do Colégio Teotônio Marques Dourado Filho vira caso de polícia.
Mais de 30 adolescentes se envolvem em briga no Distrito de Salobro
Caos no Conselho Tutelar de Brumado
Adolescentes que barbarizavam em Conquistas são detidos
Adolescentes fogem da casa dos pais em busca de aventura.
Certificados de formação do Projovem para 225 Adolescente de Jacobina Bahia.
Adolescente assume assassinato e diz ter sido vítima de bullying
Adolescentes são assassinados por causa de dívida de drogas em Mussurunga
Vídeo mostra adolescentes sendo atacadas em rio por animal não identificado

0 comentários:

Postar um comentário

Blogroll